Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Em jogo com tempos distintos, Atlético-MG e Santos empatam - Rádio eog - Aqui o Som Viaja o Mundo Todo

Em jogo com tempos distintos, Atlético-MG e Santos empatam

Peixe domina primeiro tempo, enquanto Galo cria melhores chances no segundo, mas duelo de ida das oitavas de final, no Independência, termina sem gols; volta será no dia 6 de junho, com mando santista

 

Os primeiros 90 minutos do duelo de 180 entre Atlético-MG e Santos, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, terminou sem gols. Os times jogaram na noite desta quarta-feira, no Independência. E foi uma partida com tempos distintos: no primeiro, o Peixe foi dono das melhores oportunidades. No segundo, apenas o Galo levou perigo. O confronto de volta será no dia 6 de junho, com mando santista. Quem ganhar, avança. Qualquer empate fará com que a vaga nas quartas de final seja decidida nos pênaltis.

Primeiro tempo

O Santos teve maior posse, mas faltou capricho para finalizar os lances. O Atlético-MG, que marcou mal no meio-campo, teve muita dificuldade de criação. A primeira grande chance só surgiu aos 26 minutos, com um chute perigoso do santista Victor Ferraz. O melhor momento do Galo foi aos 30, em um chute de Luan, após troca de passes no ataque. Na reta final, o Santos teve boas oportunidades. Jean Mota exigiu grande defesa de Victor. E Guga tirou a bola praticamente dos pés de Derlis, que estava com o gol aberto. De novo com um chute de fora da área, desta vez com Elias, o Atlético-MG levou perigo.

Segundo tempo

O Galo começou ameaçando. Luan, da entrada da área, fez o goleiro Éverson trabalhar. A entrada de Cazares, aos 13 minutos, fez o time atleticano crescer no jogo. Foi dele um chute que voltou a incomodar o goleiro do Peixe. A produção ofensiva do Santos caiu bastante. O Atlético-MG avançou a marcação, forçou erros do Santos e quase marcou com Nathan, batendo da entrada da área. Na pressão final, o Galo tentou, mas não conseguiu furar a defesa do Santos.

Olho no DM

Das três substituições feitas por Rodrigo Santana, duas foram por ordem médica. Logo aos três minutos, Fábio Santos sentiu dor na coxa, após acompanhar Rodrygo em arrancada. Ele deixou o campo para entrada de Patric. No segundo tempo, Luan foi quem caiu no gramado e pediu para sair. O meia torceu o tornozelo direito sozinho, e foi substituído por Nathan. Geuvânio foi o outro a ser sacado por Rodrigo. Momentos antes, teve problema no pé direito e, depois, no ombro. No entanto, não dá para saber se a alteração foi por ordem médica.

Faltou o nove (de novo)

Não é novidade para ninguém que o Santos busca um centroavante no mercado. Ricardo Oliveira, inclusive, é o preferido de Sampaoli. Esta noite, no Independência, faltou a presença de um camisa nove para o time alvinegro. No primeiro tempo, foi superior, criou oportunidades, mas faltou alguém para “empurrar” a bola para as redes de Victor.

Olha a agenda

As atenções dos times agora se voltam para o Campeonato Brasileiro. Atlético-MG e Santos jogam no sábado às 19h (de Brasília), pela quinta rodada. O Galo, novamente no Independência, recebe o Flamengo. O Santos encara o Palmeiras no Pacaembu.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe seu comentário:

© 2019 Rádio EOG - Aqui o Som Viaja o Mundo Todo.